segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Resenha: A Rainha da Fofoca – Meg Cabot


É um livro que de cara gera curiosidades pelo título e pela capa. Algo fútil me passou pela cabeça. Mas depois, logo nos primeiros capítulos, você se rende ao jeito doidinho de Lizzi e se prende a leitura torcendo pela felicidade da fofinha protagonista.
Lizzie ou Elisabeth está quase se formando em moda, quando descobre no dia da festa de comemoração por ter concluído o curso, que ainda precisa redigir uma monografia para terminar o curso. Ela não tinha lido o regimento da universidade.
Resolve não contar nada à família sobre esse pequeno detalhe, até porque prevê que terá tempo de escrevê-la durante estadia em Londres. Vai visitar o namorado que conheceu em circunstâncias nada convencionais a apenas três meses. O até então querido Andrew.
A chegada em Londres já começa ao estilo de Lizzie. No aeroporto ela não reconhece o namorado e acaba o confundindo com um tarado devido a uma horrorosa jaqueta vermelha. Depois de desfeito o mal entendido, ela retoma a empolgação com os planos que fez para os dois. Porém, o encanto dura pouco tempo, porque ela acaba descobrindo que “Andy” não era bem o que ela pensava.
Daí ela toma a decisão de ir encontrar com a melhor amiga Shari, que está hospedada em um Chânteu na França trabalhando num casamento. Não queria voltar para casa para as irmãs não a ficarem zoando. A história vai ficando melhor com as confusões causadas pela boca grande de Lizzie que a trai o tempo todo. E ao invés de você ficar com raiva dela sente mais gosto pela personagem.
As confusões começam no trem de ida a França. Ela desabava todos os seus problemas com um total desconhecido da cadeira ao lado, o Luke. Faz isso crendo que nunca mais irá vê-lo. Estava enganada, ele é o filho dos donos do Lugar onde Shari está. Lizzie quando sabe fica chateada com ele, mas não tem como ficar zangada com Luke, um rapaz educado, inteligente, amigo, e bonito. No fim, acaba se apaixonando mesmo. E dessa vez sem mascaras, os dois são muito verdadeiros um com o outro. Mas ai, ela ainda terá que tirar a namorada de Luke de cena e terminar definitivamente com Andrew.
Foi muito bom ler esse livro. Considero que foi o melhor que li ano passado. Ri muito com Lizzie e a avó dela também. É impossível não se apaixonar pela Lizzie, mas também gostei muito de Chaz o namorado de Shari. Ele é aquele cara meio desleixado, que fala a verdade, faz piadas e um gato claro. A leitura é boa, não cansa e acima de tudo te faz querer saber do que vai acontecer a cada capítulo. Enfim, o livro me conquistou mesmo. Vou ler o segundo um dia ai.

4 comentários:

  1. Meninaaa, amei esse livro, tive que le o segundo e aff, adivinha o que aconteceu? Nao tem ainda o terceiro. Que raiva.
    Um dos melhores livros da meg que ja li, depois de A mediadora ne....

    Adorei a sua resenha.

    Desejo a vc um otimo ano de 2011 e que vc leia dez vezes mais livros que leu ano passado.

    E adiciona o Blog na sua lista pra você nao perder os bons livros que tem por ai...

    Beijinhos,

    Lilia Reis
    Leituras & Fofuras
    Batalha Literária

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Lilian.
    É um ótimo livro mesmo, ainda não li o segundo, mas deve ser tudo de bom tbm.

    Beijos e abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. eu já li "sorte ou azar?' da Meg Cabot e achei bem divertido. A Lizzie,de "A rainha da fofoca" parece ser bem cativante.

    ResponderExcluir
  4. Ela é mesmo Luan, você torce e se diverte ao mesmo tempo com ela. Bjss

    ResponderExcluir

Vamos trocar ideias?