segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

O Diário - James Patterson



Ele a fizera sentir-se em paz consigo mesma. Ninguém jamais a fizera sentir-se assim. Completa e abençoadamente em paz.” (p.207)

O Diário conta a intensa, mas linda história de Katie, Matt, Suzzane e o pequeno Nicholas. Katie mora em Nova York e conhece Matt na editora em que trabalha. Ele foi selecionado para a publicação de seus poemas.
Logo que se conhecem surge algo especial entre os dois, e se inicia uma bonita história de amor. São onze meses de muita felicidade e cumplicidade, até o dia em que Matt vai ao apartamento de Katie e diz que não pode mais continuar com aquilo. Justamente no dia em que Katie iria lhe dizer que estava esperando um bebê.
Ao chegar do trabalha, muito desanimada, Katie encontra na porta de casa um diário antigo, com um bilhete escrito por Matt.
Querida Katie,
Lamento imensamente o que deixei acontecer entre nós. Talvez este diário seja a única maneira de explicar. Ele diz respeito a minha mulher e meu filho. Haverá trechos que talvez sejam difíceis de ler. Nunca esperei me apaixonar por você, mas aconteceu. Matt.”
Por esse bilhete o leitor já tira conclusões precipitadas, que com o passar da leitura se tornam equivocadas ou mesmo injusta. O diário pertencia a Suzzane, o grande amor de Matt. Ela começou a escrevê-lo com o intuito de entregá-lo a Nicholas, o fruto do amor do casal. Nesse diário está escrito toda a história dos três, desde quando se conheceram, quando Matt foi pintar as paredes da casa de Suzzane, que acabara de se mudar para a pequena cidade após sofrer um infarto. Até os dias passados ao lado de Nicholas, a sorte de estarem junto os três, e os dias tristes e difíceis que tiveram que enfrentar.
É através das letras escritas no diário, que Katie vai encaixando as peças e compreendendo porque Matt agiu como agiu. O final é inesperado, melhor o clímax é inesperado, e faz a gente querer reler o livro várias vezes. É um livro emocionante e muito bonito, que chama a atenção para aproveitarmos o hoje e não ter medo de amar.
Mas, o que é a vida, se não a vivermos?

Apreciação: 5
[Sendo que: 1- Ruim; 2 – Regular; 3 – Bom; 4 – Muito Bom; 5 – Adorei]
Dados técnicos:
Autor: James Patterson
Seleção de Livros – Reader’s Digest, 2002

7 comentários:

  1. Rsrs...é um ótimo livro Israel, vale a pena mesmo ler. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu ganhei alguns livros da Coleções, mas não esse. Q pena.

    BjoO
    pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir
  3. Passando pra avisar que o blog ta com uma promoção
    Passa lá :)

    http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    Beijos, bom final de semana

    ResponderExcluir
  4. Hey, Iza!

    Caramba, adorei sua resenha!
    Preciso ler esse livro!!
    Onde eu achoooooooooo???

    Muito obrigada pela visita, viu?
    Já estou te seguindo.

    Beijo grande e ótimo fim de semana pra vc!

    ResponderExcluir
  5. Voltei.
    Adorei a imagem no rodapé do seu blog!
    Achei tão gentil...

    ResponderExcluir
  6. Ah! fico muito feliz mesmo por saber que gostou do blog Sanzinha, o livro está dentro de uma seleção que comprei num alfarrabio. Espero te ver amis vezes aqui no blog e sei que vai adorar ler o diário assim como eu.

    Bjs...

    ResponderExcluir

Vamos trocar ideias?