segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Melancia - Marian Keyes


Melancia fala de relacionamento, rompimento, perdão, culpa e recomeço. Mais precisamente o livro aborda o fim de um relacionamento e tudo o que está por traz do fim: as dúvidas, os porquês, os sonhos quebrados e o culpado.
No dia que seria o mais feliz da vida de uma mulher que sonha com uma família perfeita e ser mãe, Claire se depara com uma situação que vira a sua vida de ponta cabeça. Seu marido, James, lhe dá fatal “notícia” que irá deixá-la por amar outra pessoa, decide fazer isso naquele momento porque não teria coragem de fazê-lo depois, e então sem mais explicações dá as costas e abandona Claire ali mesmo naquele quarto de hospital como num terrível pesadelo.
Claire fica arrasada e sem saber direito o que pensar daquilo. Tudo estava bem, James não havia dado indícios de que iria deixá-la. Pensava consigo mesma que aquele não podia ser o James com quem se casara e fizera tantos planos, não mesmo. Mas o pior é que era sim, e ela foi se assimilando a ideia aos poucos. Por sua melhor amiga, Judy, fica sabendo que a outra era a sua vizinha do andar de baixo, também casada e com dois filhos, e que os dois estavam tendo um caso a mais ou menos seis meses.
Quando recebe alta do hospital decide e ir para a casa dos seus pais em Dublin até o tempo de voltar ao trabalho, uma família nada normal e muito engraçada, principalmente suas irmãs Anna e Hellen. Anna é considerada a esquisita por se interessar por assuntos místicos e de ocultismo, já Hellen é a mimada que consegue tudo o que quer. Mas era ali que Claire se sentia protegida. Ela se sentia como uma menina indefesa voltando para casa dos pais depois de sair em busca de liberdade e quebrar a cara. Às vezes se sentia culpada por James a ter trocado por outra. Tinha ficado gorda, sua barriga no formato de melancia, e durante a gravidez admite que não lhe deu tanta atenção.
Não conseguia acreditar na virada que dera sua vida, mas sabia no fundo que lhe faltavam explicações a serem dadas. Mas até compreender isso passou dor tensas oscilações. Durante um tempo Claire passa os dias chorando, se limitando a cuidar de Kate. Ainda tinha esperança de o telefone tocar, James pedir perdão e resgatar seu casamento. Mas isso não acontecia.  Em outro período, Claire se assemelhou a uma louca. E a forma como ela conta esses dias é muito engraçada, assim como outros trechos do livro. Tinha raiva de tudo e a descontava em todos.
Nessas semanas não saia de casa e James não telefonou. E enfim, chega o dia em que decide superar a situação. Não que a dor tenha passado, ela ainda estava ali, mas naquele momento tinha aberto uma brechinha para a cura. Ainda esperando um milagre que reatasse seu casamento, mas agora viveria sua vida enquanto isso. Começa então a se arrumar como antes e a sair.
É nesse dia em que decide seguir em frente que Claire conhece Adam, o belo Adam. E então, ela descobre que pode gostar de outra pessoa e se sentir uma pessoa especial outra vez. Mas, quando então começava a aceitar a ideia da separação, a gostar de Adam, e recomeçar sua vida, eis que James aparece querendo restituir o casamento e colocando a culpa do fim do relacionamento em Claire.
E podem acreditar, nas páginas que se seguem com a ingenuidade de Claire, você tem vontade de esganá-la. Melancia de um meio jeito peculiar, bem humorado e simples, prende a atenção do leitor desde a primeira página. É uma leitura gostosa e que flui naturalmente, se deixar em um só dia você o devora, apesar das suas mais de 400 páginas. É um livro muito bom para se divertir e se deliciar como se estivemos mesmo saboreando uma melancia.

Apreciação: 3

[Sendo que: 1 – Ruim; 2-Regular; 3-Bom; 4-Muito Bom; 5-Adorei]

Dados técnicos:
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 490
Tradução: Sônia Coutinho   

Talvez você goste de ler também:

2 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Iza! Estou ansiosa para ler Melancia! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, quanto tempo!

    Eu ainda não li Melancia, mas sempre esteve em minha lista. Eu gosto do gênero e a autora é sempre mto elogiada. Espero q esse ano eu consiga lê-lo, pois pelo que parece é um livro mto gostosinho.

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir

Vamos trocar ideias?