segunda-feira, 13 de agosto de 2012

24 Horas - Greg Iles


Uma família, três sequestradores e um plano perfeito. Em 24 Horas, do autor norte americano Greg Iles, o leitor se envolve e se angustia numa trama de muita ação.
Joey Hichey acreditava ter elaborado o plano perfeito. Junto com sua mulher, Cheryl, e o seu primo Huey. Por cinco vezes o colocaram em prática, e por cinco vezes tiveram sucesso na sua execução. Eles sequestram o (a) filho (a) de um médico milionário, que fica em constante ameaça de morte se algum dos parceiros não atender a uma chamada telefônica feita por Joey a cada meia hora. O plano dura exatamente 24 horas, porque esse seria o tempo que a polícia iria esperar para iniciar as buscas por uma criança desaparecida, e assim, caso os pais tentassem chamar a polícia, seu filho (a) morreria. Pai e mãe são postos em um estratagema que não lhes dá outra escolha a não seguir a risca todas as instruções impostas por Joey.
A história começa com a narração do final do quinto sequestro realizado pelo grupo. Um ano depois, Joey decide realizar seu último feito. A família Jennings é a escolhida, só que dessa vez, o sequestro deveria ter um rumo diferente que os outros cinco, e só Joey sabia a razão. Will Jennings se tornara um médico muito prestigiado e respeitado, principalmente depois de ter descoberto uma nova fórmula de anestesia. Era casado com Karen, que abandonara sua carreira de enfermeira depois que engravidou de Abby, que requer maiores cuidados devido sua diabetes.
No mesmo dia em que Will vai a um congresso para divulgar os resultados da sua nova descoberta, é iniciado o sequestro. Cada pessoa do grupo fica com um membro da família, Cheryl com o pai, Huey com a criança e Joey com a mãe. O lema de Joey sempre foi “a criança sempre sai ilesa”, mas dessa vez tinha algo diferente, e Will sentia isso, sentia que não ia adiantar o pagamento do resgate. E ele estava certo. Joe procurava vingança, porque acreditava que sua mãe tinha morrido por culpa da negligência de Will. O que ele não podia esperar era que o quinto casal sequestrado iria denunciar o caso ao FBI, e que Will tentaria até o último segundo salvar sua família.
Eu gostei muito do livro e da escrita do autor, porque me envolveu do começo ao fim. Logo nas primeiras páginas percebi que ele tinha tornado o roteiro de um filme (que vou deixar o trailler aqui embaixo) que já tinha assistido a muito tempo, com o título de Encurralada. A cada capítulo ia me lembrando das cenas do filme e fui me empolgando cada vez mais. E mesmo só de ler tenho certeza que iria me empolgar da mesma forma, pois a escrita é muito ágil e dinâmica, deixando o leitor querendo saber (mesmo eu já sabendo, rs) o desfecho do sequestro. O final é um pouco dúbio sobre o destino da família dali para frente e pelo que me lembrei do filme é diferente (mas, não confie muito na minha memória). Muito recomendo para quem espera de um livro, suspense, ação e adrenalina.

Abaixo o trailler do filme Encurralada:




Apreciação: 4
[Sendo que: 1 – Ruim; 2-Regular; 3-Bom; 4-Muito Bom; 5-Adorei]
Dados técnicos:
Editora: Reader’s Digest – Seleções de Livros
Título original: 24 Hours (Publicado nos EUA por G. P. Putnam’s Sons)
Tradução: Lilian Dias
Páginas: 7-150

Talvez você goste de ler também:

3 comentários:

  1. Oi Izabela!
    Não conhecia o livro, mas tenho quase certeza de que já vi o filme. Não me recordo muito bem, mas acho que já vi sim.
    Adoro quando um autor consegue nos envolver assim, como se estivéssemos na história.
    Dica anotada!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  2. Olá Luara!!

    Foi assim mesmo que me senti lendo a história. Não queria largar enquanto estava com ele só para chegar logo no desfecho. Gostei muito mesmo, dos dois, tanto do filme quanto do livro. Espero que você goste também.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Gostei da postagem, não conhecia o livro.
    Estou te seguindo... Espero uma visita sua em meu blog também, rs
    Beijos

    http://cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Vamos trocar ideias?