quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Cidade em Chamas - Lee Child


Lendo a última seleção de livros que comprei, percebi que gosto bastante de histórias que possui aquela mistura de suspense, ação e mistério do começo ao fim. Cidade em Chamas foi a constatação disso. Nele conhecemos o ex-militar, e também perspicaz investigador, Jack Reacher. No momento em que estava tentando fugir de um homem a quem havia batido na noite anterior, e de quem esperava uma vingança, recebeu a corona de uma bela mulher mexicana, o que a princípio lhe deixou um pouco desconfiado. Os dois começam a conversar com a pretensão de descobrir um pouco mais um do outro.
Ela se chamava Carmen, era casada e tinha uma filha de nove anos. E, mais um pequeno detalhe que Reacher só saberia um pouco mais tarde. Estava com problemas, e precisava da ajuda daquele estranho a quem havia dado uma carona para qualquer lugar. Carmem conta a Reacher que apanha do seu marido, e por ser uma mexicana habitando terras americanas, mais especificamente o Texas, contar sua história as autoridades policiais não era uma boa ideia. Ela pensava em fugir com a filha, mais sabia que sua situação era complicada, pois poderiam acusá-la de sequestro. Ela tinha pouco tempo para se libertar. Seu esposo estava preso por problemas com a receita federal, e retornaria em breve graças a ajuda de seu amigo promotor, Walther. O plano de Carmem era matar Ian, seu marido, e Reacher a ajudaria a ensinando a atirar (já que se recusou a executar o crime).
E enquanto nos envolvemos na trama de Carmem, o leitor fica intrigado (até os momentos clímax da história), em saber quem é o grupo de assassinos profissionais que vigia a casa onde mora Carmem e a mando de quem estavam ali. Quando Sloop sai da prisão, mais cedo do que Carmem esperava, ele é morto no mesmo dia na casa grande e toda a culpa recaí sobre Carmem. Desse fato surgem (para mim) as partes mais emocionantes da trama. Reacher irá tentar ajudá-la, mas é ai que tem a surpresa. Todas as provas conspiram para desmentir toda a versão da história contada por Carmem à Reacher. E a partir desse momento Reacher irá ficar dividido entre acreditar em Carmem e fazer de tudo para tirá-la da prisão, ou ir embora acreditando que tudo não passou de uma farsa.
É um livro muito bom, com uma escrita instigante, que deixa o leitor (pelo menos essa aqui) para saber o que vai acontecer na próxima página, e principalmente para saber se Carmem falara a verdade ou não até aquele momento. Gostei também de Reacher, e a sua perspicácia para descobrir as coisas juntando fatos que só depois de revelados é que fazem realmente sentido. Para quem gosta de livros que tenham suspense, cheio de segredos e uma boa história, super recomendado Cidade em Chamas.

Apreciação: 4
[Sendo que: 1 – Ruim; 2-Regular; 3-Bom; 4-Muito Bom; 5-Adorei]
Dados técnicos:
Editora: Reader’s Digest – Seleções de Livros
Título original: Echo Burging (Publicado nos EUA por G. P. Putnam’s Sons)
Tradução: A. B. Pinheiro de Lemos
Páginas: 290-454

Talvez você goste de ler também:


4 comentários:

  1. Oi Iza, tudo bem?
    Não conhecia esse livro, achei a história super intrigante, todo esse clima de suspense e tudo mais. Confesso que não estou acostumada a ler livros desse gênero, mas vou ver no skoob mais sobre ele e quem sabe o procuro para comprar.

    Beijokas

    Pah - Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paola, tudo bem sim e contigo?

      Eu gostei bastante dessa história. Ele é uma das quatro histórias que se encontram em uma edição da Seleção de Livros, você encontra fácil na internet e em sebos também. Se ler me conte o que achou, ok?

      Beijos! :))

      Excluir
  2. Cara eu AMO este autor! e acabei chegando aqui procurando o nome deste livro. MARAVILHOSO!
    adorei seu blog. sua resenha na medida para deixar o leitor babando de vontade de ler. e um soriso no rosto com tamnha simpatia.
    To te adicionando no Google Reder para não mais deixar de ler.

    um abraço

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei esse livro muito bom e super recomendo

    ResponderExcluir

Vamos trocar ideias?