quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Contos da Nova Cartilha: Segundo Livro de Leitura, v.1 de Liév Tolstói


Esse livro reúne histórias escritas por Tolstói para a leitura das crianças que frequentaram uma escola rural criada por ele na Rússia em meados do século XIX. Passeando entre fábulas, histórias verdadeiras e contos, os textos trazem reflexões sobre a vida, sobre as escolhas feitas pelas personagens e os sentimentos que conduzem nossa maneira de se relacionar com o outro.

Apesar do cenário da maioria das historietas ser a sociedade rural da Rússia, elas abrangem questões que tocam alguém pessoa de qualquer lugar do globo porque trata do humano, das relações, o modo como nós lidamos com a perda (O Leão e o Cachorrinho), o dilema entre perdoar ou não a crueldade humana (O índio e o inglês) e a gratidão em meio a algo que te afeta (A veste).

O que mais achei legal nas fábulas contidas no livro foi que Tolstói não colocou nenhuma frase moral explícita antes ou no final da narrativa. Ele deixa livre para o leitor refletir sozinho sobre a ação que se transcorre no enredo e, julgar ou avaliar por si próprio o significativo ou a lição que se pode tirar dela. Para mim isso faz com que a gente dialogue mais com as narrativas e possa se colocar na posição do outro procurando compreender as situações apresentadas do ponto de vista dele ao mesmo tempo em que podemos também pensar se faríamos o mesmo ou se agiríamos de forma diferente.

Cada história é ao mesmo tempo de uma simplicidade e beleza sem tamanho. Depois de ler essas narrativas é difícil ainda acreditar que as fábulas ou contos curtinhos seja ao exclusivo do público infantil. Acho que é uma leitura mais que recomendada para crianças, pais, professores, enfim, todo mundo que primeiro queira conhecer um pouco mais do pensamento de Tolstói, e depois para se encantar, rir e se emocionar com esses escritos tão simplórios e por demais ricos em significado.

Notas da edição lida:
Editora: Ateliê Editorial
Ano: 2013
Páginas: 136
Tradução: Aurora F. Bernardini e Belkiss Rebello



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos trocar ideias?